Sem máscaras


Item de acessório indispensável nos últimos meses, a máscara deve ser usada para evitar a contaminação com o corona vírus e o desenvolvimento da Covid – 19.
Os modelos e os materiais com que são confeccionadas são os mais variados. Os preços então, nem se fala.
Às máscaras permitem nos movimentarmos com menos medo e com certa liberdade após meses de isolamento social.
Diferente das máscaras da alma, aquelas que as vezes usamos para também sobreviver, de certa forma, no mundo.
Não é de hoje que o medo de não ser aceito faz com que muitos se transformem aparentemente para se encaixar no meio social em que vivem.
Tal artimanha gera tensão, ansiedade, e aprisiona. Sensações bem diferente das que a máscara contra a Covid nos traz.
Nunca o mundo esteve tão digital. Nunca a vida virtual, vivida nas redes sociais, esteve tão presente. Nunca se usou tantas máscaras de alma.
Para alguns, a aceitação, sinônimo do sucesso, está no número de seguidores e para mantê-los vale representar o papel requerido.
Como a vida imita a arte, a série Chicago Med, em um dos seus episódios, retrata com maestria essa relação existente na rede social. Vale muito assitir e ver o desfecho da história de um jovem que arrisca a própria vida para atender as exigências de seus amigos virtuais. Enquanto sofre todo tipo de abuso psicológico para não perder likes e interação.
Assim como nas máscaras de tecido, às máscaras da alma também possuem um preço a ser pago. E não falo só das usadas nas redes, mas de todas aquelas que nos dispomos a vestir ao longo da nossa vida.
Mas será que vale pagá-lo? Nossa liberdade de ser que somos, sem amarras, é um bem preciso demais, valioso demais, para ser trocado por coisas tão fugazes e sem valor.
É da filósofa e  revolucionária Rosa Luxemburgo a frase: “Quem não se movimenta, não sente as correntes que o prendem.”.
É preciso sair da ilha para ver a ilha, disse o poeta Saramago.
Ambos, com sua forma e seu jeito, nos mostram a importância de estarmos em movimento para percebermos a realidade de fato.
Vivemos em bolhas e estas nos impedem de perceber todas as amarras que nos cercam e nos aprisionam.
Como um elefante preso a um pequeno toco que não percebe a força que possui, muitas vezes não temos a noção que somos muito maiores e mais fortes do que imaginamos. capazes de arrancar as máscaras que nos aprisionam e viver, independente do que pensam e querem os outros. Seguidos por quem pensa e se identifica conosco.
Boa semana!

Você cuida da fáscia?
Não! Não é pegadinha e nem tão pouco uma pessoa de nome esquisito. A fáscia é um tecido conjuntivo que vai da cabeça aos pés, feita principalmente de colágeno. Esse tecido envolve o sistema músculo-esquelético e órgãos internos, incluindo coração, pulmões, cérebro e medula espinhal.
Ela é responsável por depositar tecido cicatricial quando o corpo está ferido ou infectado. Ou seja, após uma lesão, ela trabalha na recuperação do tecido. E por isso é muito importante cuidar dela.

O que acontece quando não cuidamos
Quando esse tecido perde a lubrificação no espaço entre ele, os músculos e órgãos, ele resseca e “endurece” formando nós, que se tornam pontos de tensão. Assim, podem ocorrer problemas como fibromialgia, fadiga crônica e dores no corpo em geral.
Por isso, alongar-se é tão importante para sua saúde.

As principais causas de uma fáscia doentia incluem:

Estilo de vida sedentário;

Má postura;

Desidratação;

Hábitos alimentares pouco saudáveis;

Má qualidade do sono;

Estresse.

A importância da saúde bucal
Cuidar dos dentes e gengivas vai além de querer ter um dente bonito.
Muito se sabe sobre a importância da saúde bucal para um coração saudável, além de outros benefícios. Mas agora deacobriu-se também que cuidar da saúde bucal também ajuda a combater a Covid- 19.
Segundo pesquisadores da Universidade Ruhr-Bochum, da Alemanha, o uso de algumas marcas de enxaguante bucal são capazes de inativar o novo coronavírus. Publicado no The Journal of Infectious Diseases, o estudo leva em consideração que as glândulas salivares são os principais locais de replicação e transmissão do vírus.

Tomate pra pele
Pesquisadores britânicos descobriram que se consumido diariamente por no mínimo três meses, o tomate e o azeite auxiliam na manutenção de uma pele macia e viçosa. A união do licopeno,  o carotenóide que dá ao tomate a cor vermelha, é fundamental para combater os sinais do envelhecimento, como linhas finas e rugas.A vitamina A é outra aliada a reparar as células danificadas da pele.

Exercícios pra que te quero?
Quando falamos em exercícios, a maioria das pessoas pensa logo em corrida, academia, pelada e todo tipo de atividades voltadas para melhorar o condicionamento físico, mas saiba que outras partes do nosso corpo também precisam de cuidados. A face, as cordas vocais, a respiração, o maxilar e até o cérebro precisam se exercitar.
Para isso é preciso dedicar atenção para essas partes do corpo e buscar realizar atividades voltadas para o fortalecimento das mesmas.
Buscar profissionais especializados é uma alternativa, mas infelizmente não é acessível a todos.


Publicado por elatem50

Jornalista, advogada, adepta da vida saudável, da prática esportiva. Assina 🗞 Coluna de bem-estar no @jornalopiniao #⃣ #ElaTem50

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: