Qual seu limite?

A palavra limite é proveniente etimologicamente do latim limitis. Na matemática, o conceito de limite é usado para descrever o comportamento de uma função à medida que o seu argumento se aproxima de um determinado valor. Já para a geografia, é a divisão entre uma unidade territorial e outra, geralmente entre dois países. Assim parece que um limite é uma divisão, seja física ou simbólica.

Entretanto, limite também pode se referir uma restrição ou limitação. Neste caso pode-se falar de limites legais, sociais e outros.

Para a psicologia, um limite é uma repressão, porém nem sempre negativa.

Em todas as definições acima é possível perceber que são os limites que impedem que um terceiro invada e imponha seus termos sobre outros.

Até aí tudo claro como água. Não parece ser tão difícil compreender o conceito e a necessidade da existência dos limites para o bem estar social. O problema é que compreender é fácil, colocar em prática é que são elas quando o assunto somos nós e nossas relações.

Quantas vezes, algumas até sem perceber, permitimos que nosso território físico e emocional seja invadido ou invadimos o do outro?

Quantas vezes colocamos nosso limite bem distante do valor real que temos, contrariando o conceito matemático da palavra?

Vamos permitindo aos poucos que nosso espaço seja tomado de assalto ou furtado sorrateiramente por aqueles que deveriam nos ser de confiança.

Assim como nas grandes conquistas da humanidade, nos apresentadas pelos livros de história, ao sermos “invadidos” vamos perdendo nossas referências. Vamos nos tornando escravos do conquistador.

Você é responsável por definir os seus limites não aceitando nada menos do que algo ou alguém que lhe faça bem, lhe respeite e lhe ame. Lembre-se sempre do conceito da matemática, o limite é estipulado de acordo com o valor. E você deve ser a pessoa mais importante do universo se não para outro pelo para você.

Boa semana!

O que você tem feito

“Felicidade é está em sua companhia. Felicidade é estar contigo todo dia”, é o que diz a letra da música. Entretanto, um estudo realizado pela Universidade Metodista Meridional, dos EUA constatou que não é bem assim. Felicidade tem mais a ver mais com o que fazemos do que com quem estamos.

Segundo os pesquisadores, as pessoas são mais felizes quando estão com amigos do que com maridos, esposas e filhos. Isto porque estar com estes tem a ver com obrigações cotidianas e com aqueles não.

Por isso é importante você separar sempre tempo para fazer coisas divertidas com seu parceiro e seus filhos. Desta forma cria lembranças felizes tanto para você quanto para eles. Ou você quer ser lembra apenas como aquela ou aquele que estava sempre cobrando algo?!

Manifesto

Na última semana, o Ministério da Agricultura emitiu Nota Técnica para alteração do Guia Alimentar dos Brasileiros (documento que dá as diretrizes das políticas governamentais de incentivo a qualidade alimentar da população).

A nota causou revolta entre profissionais e pesquisadores da área de nutrição e saúde, pois vai de encontro o alerta sobre os malefícios dos alimentos ultraprocessados, e deu origem a um manifesto que precisa do nosso apoio. Vai lá e confira no instagram @aliancaalimentar.

A decisão do governo vai de encontro ao que diz a ciência sobre alimentos ultraprocessados e seus malefícios para a saúde das pessoas, mas atende ao pedido de grandes indústrias.

Candidíase

Na coluna passada publiquei o estudo do Ibope sobre o alto índice de candidíase entre brasileiras (de cada 3 quatro tem ou já teve a doença, 52% tem na forma recorrente), hoje o tema continua sendo este fungo.

A Candida Albicans (nome científico do fungo) existe em nosso organismo naturalmente, mas que quando sua proliferação se descontrola, ele causa transtornos muito incomodo as mulheres, como corrimento, coceira e ardor na região vaginal.

Pois bem, saiba que a alimentação está diretamente ligada ao aumento da colônia. Açucares, carboidratos refinados, leite são apenas alguns dos alimentos que você precisa manter certa distância para ter uma vida mais tranquila.

Converse com os profissionais de saúde que tratam de você nesta área, ginecologistas e nutricionistas, e viva mais feliz sem os incômodos que ela causa. 

Pela hora da morte

O arroz está pela hora da morte, como diz o ditado popular para algo que está com preço exorbitante, né verdade? Mas saiba que existem outros tipos de carboidratos que podem substituí-lo com maestria. A internet está cheia de receitas e matérias ensinando a substituir o grão de arroz por outro grão. Vale dar uma pesquisada e variar alguns dias da semana. O bolso e a dieta agradecem.

Xiiii, silêncio!

Um estudo publicado na revista científica Brain Structure and Function feito em ratos mostrou o efeito do silêncio sobre o cérebro. Os pesquisadores descobriram que quando os ratos foram expostos a duas horas de silêncio completo diário foram desenvolvidas novas células na região do cérebro associada à memória, emoção e aprendizado.

O silêncio alivia o estresse e traz autoconhecimento.

Infelizmente no mundo moderno estamos constantemente em ambiente com algum tipo de ruído, por isso é extremamente importante vez por outra fazer uma pausa e fugir para algum lugar calmo e sem barulhos.

Publicado por elatem50

Jornalista, advogada, adepta da vida saudável, da prática esportiva. Assina 🗞 Coluna de bem-estar no @jornalopiniao #⃣ #ElaTem50

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: