Mude sua mente

Durante todo o mês de julho abordamos em live no instagram os pilares de uma vida saudável. Falamos da importância da atividade física, do sono, do cuidado com a saúde mental, da hidratação e alimentação (live salvas no instagram @rachelmoreiraac). Mas nada disso fará diferença na nossa vida se os ensinamentos repassados a nós pelosContinuar lendo “Mude sua mente”

Quem é você afinal?

Alguma vez você já se perguntou como seria sua vida se você tivesse feito escolhas diferentes da que fez? Certamente sua resposta será sim. Todos nós passamos por momentos de reflexão em que olhamos para trás e nos arrependemos de muitas decisões tomadas ou ficamos alegres pelas escolhas feitas. Entretanto, há quem fique preso aContinuar lendo “Quem é você afinal?”

O que me faz pular!

“Roubei” esse título de um livro maravilhoso que li há alguns anos. Ele foi escrito por um garoto autista, se não me falha a memória aos dez anos. A criança explica no texto algumas das posturas que os autistas costumam ter e por que isso acontece. Para os estudiosos do tema, um grande feito eContinuar lendo “O que me faz pular!”

Inspira, expira, não pira! Respira

É home office, é casa, é roupa, é acompanhar as crianças nas aulas, é ficar longe de quem se ama, é ter medo de sair de casa, é tanta coisa que faz parte deste novo normal, como muitos falam que haja saúde mental para aguentar o tranco.
Pesquisadores da Universidade de Stanford descobriram que um pequeno grupo de neurônios localizado no tronco cerebral é quem mantém o equilíbrio entre a respiração e a atividade cerebral, responsável pelas sensações de agitação e de calma.
Agora que sabemos disso, podemos tirar ainda mais proveito da descoberta.

É preciso achatar a curva!

Que os tempos são árduos e estranhos todos nós sabemos disso. A Covid 19 trouxe dor, sofrimento e angustia. Para alguns em maior proporção que para outros, mas, independe disto, atingiu a todos. Empresário lutam para salvar suas vidas e seus negócios, trabalhadores para salvar suas vidas e seus empregos. Quem tem razão? Não sei.Continuar lendo “É preciso achatar a curva!”

Mentir pra se mesmo é sempre a pior mentira

O pastor e escritor americano, Carl W. Buehner, disse certa vez: “As pessoas esquecerão o que você disse, as pessoas esquecerão o que você fez. Mas elas nunca esquecerão como você as fez sentir. ” A afirmação traz grandes lições que servem para todos. Vejamos: ela nos mostra que qualquer relacionamento é via de mãoContinuar lendo “Mentir pra se mesmo é sempre a pior mentira”

Você é único!

Existem no mundo bilhares de pessoas, mas nenhuma delas é igual. Mesmo que ela tenha o mesmo código genético e tenha vivido as mesmas experiências, cada um vê e sente a vida da sua própria perspectiva tornando-nos desta forma seres singulares. Gosto da expressão que diz que cada ser humano é um universo em siContinuar lendo “Você é único!”

Vamos falar de gordofobia?

Não, não é mimimi. Para quem vive na pele o problema não se trata de frescura, mas de viver situações constrangedoras por conta do peso do seu corpo ou as vezes por conta da estrutura óssea que possui. É claro que existe uma linha tênue entre debater o ser/estar gordo pela ótica do preconceito eContinuar lendo “Vamos falar de gordofobia?”

Seja seu maior influenciador

Há exatos 82 dias iniciava o isolamento social na minha casa. Eu deixava de ir ao trabalho para desempenhar minhas funções em home office, as crianças passaram a ter aulas on-line, meu esposo fechou o estabelecimento comercial dele e a nossa diarista deixou de vir. A princípio tudo era novidade. Nos fortalecemos enquanto família. CriamosContinuar lendo “Seja seu maior influenciador”

Transtornos alimentares. Importante ficar de olho

Comer é maravilhoso. Os alimentos não apenas servem para manter nosso organismo saudável, mas também são fontes de alegria e prazer. Tem coisa mais gostosa que compartilhar da mesa com quem amamos? As risadas, as conversas, tudo que acontecem em torno da preparação e do consumo dos alimentos faz parte deste momento. Entretanto, algumas vezes,Continuar lendo “Transtornos alimentares. Importante ficar de olho”