O Poder da música!


Já disse Bob Marley, “Uma coisa boa sobre a música é que quando ela bate você não sente dor”. 

A frase fala do poder que a música tem de trazer bem estar. Nos transportar do presente para um momento passado, nos fazendo lembrar momentos e esquecer os problemas.

Em tempo de corona vírus, quando o isolamento social nos faz ficar em casa, ansiosos e atemorizados com o futuro, a música tem sido utilizada por muitos para entreter, acalmar e trazer felicidade.  

No Acre, artistas como Bruno Damasceno, Araão Prado, Iana Sarquis e tantos outros, tem se dedicado a faz lives no instagram apresentando gratuitamente seus trabalhos. Da mesma forma artistas nacionais e internacionais fazem o mesmo no YouTube.

Essas lives fazem muita diferença na saúde e no psicológico das pessoas.

O momento é mais do que nunca de solidariedade, de empatia e de amor ao próximo e é isso que estes profissionais tem feito.

Os benefícios da música são explicados pelo fato de, quando cantamos ou ouvimos melodias, o cérebro libera justamente os neurotransmissores ligados ao prazer, de modo a aliviar dores e proporcionar sensação de bem-estar.

Seus efeitos podem ter resultados terapêuticos e ajudar no tratamento de diversos problemas de saúde. Veja quais:

  • Diminui o estresse, traz serenidade e acalma, reduzindo a ansiedade;
  • Alivia dores e desconfortos;
  • Auxilia na diminuição da pressão arterial;
  • Ativa as conexões cerebrais e melhora a memória;
  • Estimula a articulação de ideias e aumenta a produtividade, tudo porque libera dopamina, neurotransmissor responsável pelo prazer;
  • Pode ser usada em atividades de cunho pedagógico para auxiliar na aprendizagem, na comunicação e na linguagem;
  • Torna as atividades físicas mais prazerosas;
  • Auxilia na coordenação motora;

Depois de saber disso tudo, tá esperando o que para colocar pra tocar seu cantor preferido e fazer seus dias mais felizes nestes tempos?! 

Boa semana!!!

Tratamento médico

Você sabia que o uso da música e de seus elementos, como melodia, ritmo e harmonia, no  tratamento médico terapêutico é chamado de musicoterapia? 

Live da advocacia 

Falando em música, hoje às 18h, numa parceria do Bruno Damasceno e da OAB/AC, acontece um show dedicado a arrecadação de alimentos destinados a advogados e advogadas que passam por dificuldades neste momento. O Cachê dos músicos participantes do evento serão revertidos para os profissionais da música que se encontram em situação difícil por conta do isolamento social.

A verdade do Home Office 

O momento pede adaptação da rotina. O trabalho antes feito no escritório agora é feito direto de casa. 

A primeira vista a ideia parece ser maravilhosa. Não há necessidade de enfrentar o trânsito, se arrumar inteira e gastar gasolina para ir ao trabalho, os temos na palma da mão ou nas telas do computador na própria sala de estar. Diga se não é o paraíso?!

Mas na realidade do dia a dia, não é algo tão simples assim.

A nova rotina também inclui cuidar da casa, do almoço, da roupa e dos  filhos pequenos, já que, para evitar o contato externo, diaristas e secretárias foram liberadas e as escolas e creches também fecharam as portas. 

E aí, o resultado desta mistura é que muitas profissionais acabam se sentindo pressionadas em ter que dar conta de tudo e ainda manter a produtividade cobrada pelos chefes.

O que fazer?

Se você está passando por isso, não há respostas prontas, mas uma coisa é certa, por não conhecer a realidade do outro é difícil alguém se colocar no lugar dele. Ou seja, se a chefe ou o chefe não tem criança pequena com toda a energia que lhe é característica pedindo atenção dentro de casa ou se ganha suficiente para sempre estar pedindo comida de fora e mandando a roupa para lavar, eles não terão ideia do que você e seus colegas podem estar passando. 

Por isso a melhor coisa, é uma conversa sincera e transparente. Deixe claro que esta dando o seu melhor e que irá dar seu máximo dentro das sua possibilidade. 

Pode até não dar certo, mas você não estará fazendo a sua parte enquanto boa profissional e irá inevitavelmente descobrir pra que tipo de pessoa você tem dedicado todo seu potencial.

Páscoa, chocolate e agora...

Melted dark chocolate

No próximo domingo será a Páscoa. Se normalmente costumamos aproveitar a data e comer todos os chocolates possíveis e imagináveis imagina passando o domingo inteiro dentro de casa sem poder sair?! Vai ser dureza!

Quer uma dica de como se manter no foco, ou pelo menos mais próxima dele? Vamos lá então fazer nosso próprio ovo?Além de ser de baixa caloria, você ainda vai utiliza seu tempo, diminuindo a ansiedade e o estresse, na cozinha.

Para a casca do ovo

– 100 gramas de chocolate 70%

– uma forma de ovo de Páscoa.

Derreta o chocolate em banho-maria e fogo baixo. Quem quiser pode derreter no micro-ondas. Neste caso retire a cada 30 segundos para mexer.  

Espalhe parte do chocolate na forma com as costas da colher. Leve ao frízer para congelar por 10 a 15 minutos. Repita o processo até utilizar todo o chocolate.

Para o recheio

É aqui que a brincadeira de fato começa, porque você pode fazer experiências com os sabores.

Se for com recheio de whey protein

– 3 claras de ovos;

– 50 gramas de whey, o sabor que você quiser;

– 30 ml de leite desnatado.

Bata as claras até ficar em ponto de neve e adicione o whey e leite, pouco a pouco, até se tornar uma mistura homogênea. Despeje-a no ovo e leve ao frízer por 20 minutos, tempo suficiente pro mousse ficar durinho.

Recheio de musse de maracujá Dukan

– 1 xícara de chá de leite em pó desnatado;

– 1 xícara de chá de água gelada;

– 1 pacote de suco light de maracujá.

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata por 5 ou 7 minutos em velocidade alta. Despeje a mistura dentro do ovo e deixe no frízer por uma hora. Não é que o bicho é gostoso!

Se você não tiver a forma de ovo,  embrulhe um melão em rolopack e mergulhe até a metade no chocolate derretido. Coloque para gelar. Repita o processo varias vezes como faria com a forma. 

Boa Páscoa! 

Tempo, tempo, tempo…

Se lhe perguntassem por que você não fazia uma série de coisas que você vivia dizendo que queria fazer há quinze dias, você provavelmente responderia: não tenho tempo! Não é verdade?

Pois hoje se tem uma coisa que a maioria de nós temos é tempo.

Na verdade continuamos tendo um dia de 24 horas, uma semana de sete dias, mas, diferente do que rotineiramente acontecia, o ritmo de vida desacelerou. Não gastamos mais tempo indo ao trabalho, escolhendo a melhor roupa ou fazendo uma serie de coisas que costumávamos fazer. E por isso, as horas, que antes pareciam minutos, agora parecem dias.

Mas, voltando ao primeiro paragrafo deste texto, o tempo que você não tinha agora existe e aí te pergunto: você está tirando do campo das ideias os tais projetos antes adiados?

Se a resposta for positiva, parabéns! De fato lhe faltava tempo. Se não, quero te dizer que o que lhe falta é foco e determinação. 

Aproveita esses dias e cria uma nova rotina, mais saudável, mais produtiva, mais focada. 

Você está tendo a oportunidade de sair deste isolamento melhor, então aproveita.

Boa semana!

Agenda diária 

Uma das formas de fazer seu tempo livre trabalhar pra você é tendo planejamento.

Criar uma rotina em que estejam inseridas as atividades que você quer que façam parte da sua vida pós-corona é a chave.

Crie uma agenda diária. Com horários definidos para cada atividade e assim você consegue aproveitar melhor as horas e manter o foco. Além de auxiliar você a manter sua saúde mental em dia. 

Treino em casa

Com as academias fechadas e a nova rotina que tomou conta das nossas vidas, o jeito é apelar para os treinos em casa. Ainda bem que muitos profissionais e espaços de treinamento estão oferecendo aulas gratuitas para serem feitas em casa.

Mas é preciso entender uma coisa. Você precisa escolher um profissional e seguir o treino preparado. 

Ficar pulando para um e para outra prejudica sua evolução e pode estressas seus músculos. 

Sabe por quê? 

Os treinos são preparados dentro de um contexto amplo e não apenas diário. Preparados para trabalhar determinados grupos musculares em dias diferentes e quando você muda  constantemente de treino, você pode estar trabalhando apenas um grupo muscular e pode acabar machucando-os. Por isso, escolha um e foco nos exercícios.

Exercícios ao ar livre

Há quem prefira manter o ritmo dos exercícios fora de casa. Por enquanto não há vedação a isto. Mas você precisa entender que mesmo para as áreas abertas é preciso seguir normas de segurança.

Nada de se amontoar pelos parques da cidade, como a gente tem visto acontecer. 

A distância mínima de segurança é um metro. Além disso, você precisa ter cuidado para não tocar nenhuma superfície e ao chegar em casa deixe os sapatos do lado de fora, tome um bom banho e coloque as roupas direto pra lavar. Praticar atividade física deve caminha diretamente ligada a segurança.

Falando em segurança 

Se é importante manter a segurança ao praticar atividade física fora de casa também é preciso cuidado dentro de casa. 

Limpar o chão e os objetos com água sanitária e sabão ajuda a manter o ambiente esterilizado.

O mesmo vale para as frutas e verduras. Primeiro lave em água corrente, depois deixe pelo menos 15 minutos de molho numa mistura de uma colher de água sanitária para cada um litro de água sanitária. Antes de guardar, lave novamente em água corrente.

A dica vale para além destes tempos. Ela deve ser praticada sempre e evita a contaminação por vermes, bactérias e outros microorganismo que são nocivos a nossa saúde.

Quarteto da felicidade

O isolamento social tem deixado muitos de nós abatidos, angustiados e deprimidos. E a coisa tende a piorar conforme o tempo de confinamento aumenta. 

Uma forma de melhorar e cultivar atitudes que aumentam o quarteto da felicidade. Que nada mais é que quatro substâncias químicas naturais em nossos corpos que dão ao cérebro a sensação de felicidade. São elas: endorfina, serotonina, dopamina e oxitocina.

Endorfina – Um tipo de morfina natural do organismo. Estudos mostram que dançar, cantar, executar atividades em grupo e comer comidas picantes são formas de aumentar os índices desta substância no organismo.

Serotonina – A estratégia mais simples para elevar o nível de serotonina é recordar momentos felizes. Tomar sol, receber massagens e praticar exercícios aeróbicos também auxiliam.

Hora de organizar os álbuns e recordar muita coisa boa que você já viveu! 

Dopamina – Essa substância química é acionada quando se dá o primeiro passo rumo a um objetivo e também quando a meta é cumprida.

A melhor maneira de elevar a dopamina, portanto, é definir metas de curto prazo ou dividir objetivos de longo prazo em metas mais rápidas. E celebrar quando atingi-las. 

Olha aí, vamos criar metas diárias e alcançando-as sermos mais felizes?!

Oxitocina – Abraçar é uma forma simples de se conseguir um aumento da oxitocina. Dar ou receber um presente é um outro exemplo. 

Considerado o líder deste quarteto, pois a falta dela pode levar a morte. 

Que tal aproveitar estes dias e dar muitos abraços na sua família?!